Futebol Capixaba

Autor: Luciana Ghidetti de Oliveira

O campeonato capixaba está em andamento e a Futura foi às ruas para saber se o capixabas prestigiam o futebol local e sua opinião sobre o desempenho dos times.

A maior parte dos capixabas (84%) não acompanha o futebol local, apenas 13% dos entrevistados acompanham o campeonato capixaba. Mais da metade dos ouvidos (54%) não torce para nenhum time capixaba e os times com maior torcida, segundo a pesquisa, são: Rio Branco (10%), Desportiva (7%), Serra (5%), Vitória e Vilavelhense (ambos com 2%).

A avaliação dos times capixabas está piorando gradativamente desde 2005: a proporção de avaliação positiva está diminuindo e de negativa está aumentando. Apesar disso, ainda se observa um empate técnico entre as avaliações positivas (33% de ótimo + bom) e negativas (36% de ruim + péssimo). Os respondentes de 50 a 59 anos são os que mais acompanham o futebol local (21% acompanham o campeonato capixaba) e atribuem boa avaliação ao desempenho do seu time (41% de ótimo + bom).

Dentre os times com maiores torcidas, apenas o Rio Branco obteve avaliação positiva (50% de ótimo + bom e 18% de ruim + péssimo). Desportiva e Serra tiveram 47% e 57% respectivamente de avaliação negativa. A maioria dos entrevistados não costuma ir aos estádios de futebol aqui no Espírito Santo, uma vez que apenas 21% afirmam ir aos estádios e 67% nunca vão. Dentre os torcedores dos três times com maior torcida, a parcela de respondentes que vão aos estádios é maior: 60% dos torcedores do Rio Branco, 54% da Desportiva e 38% do Serra.

Quando questionados sobre a quantidade de vezes que assistiram a jogos em estádio no campeonato passado ou no atual, 40% não assistiram nenhuma vez, 51% foram a pelo menos um jogo e 5% foram mais de 5 vezes. Foram ao menos uma vez assistir a jogos em estádio 63% dos torcedores do Rio Branco, 40% da Desportiva e 75% do Serra.

Apesar de 75% dos respondentes não saberem quais times foram para a final do campeonato capixaba do ano passado, os times que disputaram a final foram os mais citados: Rio Branco (17%) e São Mateus (12%). Mais investimentos foi apontado por 32% como fator necessário para melhorar o futebol local. Também foram apontados construção de estádios (6%), maior divulgação (4%), patrocínio (4%) e bons jogadores (3%).

Os entrevistados mostraram-se descrentes na possibilidade de um time capixaba chegar à 1ª divisão do campeonato nacional nos próximos 10 anos, uma vez que 39% acreditam que as chances disso acontecer são quase nenhuma ou nenhuma e apenas 14% acreditam que são totais ou quase totais.

A maioria dos respondentes (65%) torce para algum time de outro estado brasileiro. Dentre esses, 50% são flamenguistas, 21% vascaínos, 6% tricolores e 5% torcem para o Cruzeiro ou Botafogo.

Dentre os que possuem time em outro estado brasileiro, 24% passariam a torcer por um time capixaba caso esse chegasse à primeira divisão do campeonato nacional, 27% continuariam a torcer pelo time atual e 34% torceriam pelos dois times.

Luciana Ghidetti de Oliveira é economista e analista de pesquisas da Futura
3235-5442 / 8817-2826
luciana@futuranet.ws

Clique abaixo e veja o material completo.
Futebol Capixaba

Clique abaixo e ouça o Podcast.
Programa 01
Programa 02
Programa 03
Programa 04
Programa 05
Programa 06
Programa 07

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *